SURF SUSTENTÁVEL

SURF SUSTENTÁVEL

Nesta manhã recebemos a visita do shaper Mário Fermínio, de Laguna, Santa Catarina. Marinho, como é conhecido, confecciona suas pranchas com resina epoxi e bloco de isopor, know-how adquirido na Europa no início da década de 90 e que vem aprimorando desde então. Após o fechamento da maior fábrica de blocos de poliuretano do mundo devido ao alto índice de poluentes emanados, começou a estudar seu processo de produção e percebeu que poderia agir de forma consciente para evitar ao máximo a degradação ambiental ocasionada pelos resíduos de sua fábrica e por seus produtos destinados ao mercado. Por isso, passou a reciclar seus resíduos sólidos para reinseri-los na confecção das pranchas e, o mais inovador, recebe a prancha antiga de volta para que esta seja reaproveitada ou destinada ao lixo adequado para tratamento. Também instalou uma estação de tratamento de efluentes para tratar a água resultante do lixamento das pranchas.
Tal atitude também vem sendo tomada por outros empresários do ramo de fabricação de pranchas de surf. Lembramos da SKULL Surfboards, em Florianópolis, que de outra forma, vem fazendo sua parte através do conceito de fábrica ecológica, ganhando até mesmo o prêmio Meio Ambiente Max Hablitzel na categoria Indústria e Comércio, já em 2003.
Essas nobres ações corroboram para que cada vez mais a natureza se apresente espontaneamente para desfrutarmos dela da maneira que desejarmos – ou limpa, ou suja – pois, nada mais dentro da “onda” ecológica de sustentabilidade do que a reciclagem de materiais provenientes de fábricas de pranchas de surf.
Se quiser saber mais, visite: http://itapirubaflat.blogspot.com/
                                 http://www.skull.com.br/index.php?s=fabrica
                                  A EMPTY apoia essa ideia!!

LEIA TAMBÉM