FURNAS

FURNAS

O ano de 2013 foi bastante especial para o nosso colaborador e praticante de highline, Rafael Bridi. O mesmo realizou muitos de seus projetos, e de quebra, recebeu inúmeros convites para eventos de slackline por todo o Brasil. Mas sem dúvida, o projeto mais marcante foi um convite feito pelo seu amigo, Caio Afeto, para participar do programa Circuito Radical da Rede Globo.
Quando recebi o convite fiquei muito feliz e empolgado com a oportunidade, mas não fazia muita ideia do que estava por vir, só o fato de estar participando junto com outros atletas do Brasil e um convidado da Alemanha tornavam esta oportunidade única.”

Durante 20 dias, Bridi permaneceu no local treinando forte e se preparando para as gravações do programa. O local escolhido para sua realização foi a pequena cidade de São José da Barra, Minas Gerais, “local de muita tranquilidade e de calor em excesso e que tem a sua origem na construção da Usina Hidrelétrica de Furnas, virando de aldeia à cidade“, nos conta Bridi.

 

Os dias eram intensos, com treinos de longline e investidas no highline de 95 metros sobre os maravilhosos canions de água cristalina da cidade. A batalha era grande para conseguir aproveitar a paz neste highline tão grande. Infelizmente, nenhum dos participantes conseguiu atravessar, e o foco das gravações foi voltado para a corrida nas alturas.”

Este feito foi inédito no Brasil, pois o esporte hoje, não tem nenhuma forma de competição. A locação escolhida tinha sido ideal, um lugar muito bonito e de natureza exuberante, com cachoeiras para todos os lados, talhadas no quartzito, pedra característica da região. Com tantos obstáculos naturais, a diversão estava garantida aos participantes.


Rafael Bridi (SC) / Caio Salomão (ES) / Gustavo Mendes (BH) / Niklas Winter (Alemanha)
Assista abaixo o programa exibido no Esporte Espetacular da Rede Globo, no dia 02/02/2014, da prova de highline.

RAFAEL BRIDI

 

Eu, Rafael Bridi, nos últimos três anos, venho me descobrindo de uma forma muito intensa e verdadeira. O primeiro contato com o slackline me desafiou muito, me perguntei. Como que eu não consigo atravessar isto? É só uma questão de equilíbrio e concentração, me cobrando nos pensamentos. Esta vontade de conseguir me motivou muito no início, e me colocou em contato direto com os meus maiores sentimentos, mostrou acima de tudo, que não são as cobranças e a exigência pessoal que nos fazem alcançar os objetivos que escolhemos, e sim a capacidade de refletir e sentir-se bem que fazem nós seres humanos mais fortes e felizes.
Hoje a vida que levo tem muito desequilíbrio, e a capacidade de buscar o equilíbrio e alcançar este estado de meditação e contemplação são o combustível de uma vida plena.
“Obrigado.

LEIA TAMBÉM