https://empty.com.br/

7 fatos sobre música que você precisa saber

7 fatos sobre música que você precisa saber

Quem nunca sentiu o coração palpitar, a pele arrepiar ou os olhos lacrimejarem com  um conjunto de notas musicais não sabe o que é viver.  

Exageros à parte, é inevitável concordar que a música é capaz de nos impactar em  diferentes níveis e situações: da euforia numa festa ao choro solitário.  

Então, claro, você já sabe o que Here comes the Sun ou Twisted Nerve, tema de Kill  Bill, causa.  

Porém, existem 7 fatos sobre a música que merecem ser ditos – alguns vão  surpreender. Confira. 

Depende dos vazios, do silêncio

Assim como na arquitetura ou na vida, sem os espaços vazios não haveria música.  Afinal, o que determina um ritmo é justamente a cadência, velocidade, batidas, etc.  Sem contraste não tem imagem, sem silêncio, não há música.

Conversa com a batida do nosso coração

O que determina os efeitos de uma música? Simples: o ritmo – do nosso coração. Isso  porque a pulsação normal para humanos é de 65 a 80 batimentos por minuto. Quanto  mais inferior a esta média for o ritmo da música, mais relaxante.

Quanto mais superior,  mais estimulante.

Nos faz sentir o que não sentimos

A música tem a capacidade de gerar imagens mentais e sentimentos que não precisam  ter a ver com o que estamos vivemos ou com algo que vivemos. Ou seja, não precisamos  estar num luau na beira-mar para sentirmos essa vibe, ou estarmos sofrendo por amor  para sentir a tristeza de uma música que fala de uma desilusão. Mesmo sem nunca ter  vivido uma situação, somos capazes de senti-la.

Existem pelo menos 13 emoções que a música pode  causar 

Diversão, alegria, erotismo, beleza, relaxamento, tristeza, sonho, triunfo, ansiedade,  medo, aborrecimento, desafio e animação são emoções mapeadas por um estudo científico que considerou diferentes estilos musicais.

Seu cérebro leva 0,3 segundo para reconhecer sua  música favorita

Uma pesquisa de Londres investigou o que acontece quando ouvimos qualquer sinal de  uma música que gostamos muito. Em 100 milissegundos a pupila dilata, e logo depois  nossa memória é ativada e detecta a música (mesmo que num nível inconsciente). E  essa relação é tão forte que até pessoas com demência apresentam uma memória  musical preservada.

É universal e primitiva

Não importa onde você viva ou o idioma que você fale: quando uma música toca, você  sabe como dançá-la e sente o mesmo que uma pessoa de outro país e cultura. Isso  porque a música provoca em nós coisas muito primitivas que estão no nosso  inconsciente coletivo. É tão universal que transcende a civilização humana. Duvida?  Pois saiba que a mesma reação de irritabilidade vista em leões é vista em humanos.  Além disso, alguns estudos levantam a hipótese de que a música teria surgido como  uma espécie primitiva de comunicação.

Serve de complemento para o nosso humor

Podemos tanto ficar mais relaxados ou concentrados ouvindo um determinado tipo de  música quanto o inverso: é normal querer ouvir alguma música mais introspectiva  quando estamos tristes. Ou músicas românticas se estamos amando. Esse, inclusive, foi  o pulo do gato de plataformas de streaming mais recentes, como o spotify.  

Se antes as músicas eram classificadas só pelo gênero, passaram a ser categorizadas e  organizadas em playlists considerando moods e situações que estamos ou queremos  viver.  

Bônus

E essas são só algumas das razões pelas quais nós não poderíamos deixar de ter nossa própria playlist.

Afinal, arte, música, lifestyle e esporte formam o nosso mundo. Mais do que camisetas  e roupas, o que fazemos é defender um jeito de viver mais pleno, integrado, amplo.  

Acreditamos que nem o mundo nem nós temos limites – e cabe a cada um definir o que  importa. Porque as possibilidades são muitas, mas só algumas coisas merecem ser  vividas. 

E nós achamos que essas 89 músicas merecem ser ouvidas. Então vem curtir o mood Empty nessa playlist especial que montamos! 

Ah! Aproveita e conta pra gente qual você acha que deveria ser a música 90 dessa  seleção!  

YOU NEED TO FEEL